Semana Latino-Americana de Prevenção ao Afogamento

De 24 a 30 de novembro acontece a Semana Latino-Americana de Prevenção de Afogamento, considerando as altas temperaturas, já mesmo antes do início do verão, o Corpo de Bombeiros Militar de Ijuí faz um alerta aos banhistas para que sejam prudentes e tomem todos os cuidados necessários a fim de que os momentos de lazer não se transformem em tragédias.

Visando orientar e conscientizar a população nestes diversos ambientes aquáticos, o Corpo de Bombeiros Militar de Ijuí faz orientações para que os banhistas tenham bons momentos de lazer e descanso durante o verão que se aproxima.

Em Piscinas: 

  • As crianças nunca devem permanecer sozinhas e sem observação, inclusive as que estiverem usando coletes e boias. 
  • Evitar correria na beira da piscina e, sempre que possível, utilizar a escada para entrar e sair. 
  • Nadar somente na profundidade em que se sentir confortável e seguro.

No Mar: 

  • Nadar apenas em áreas supervisionadas por guarda-vidas. Se for pego em uma corrente de retorno, nade paralelamente (para o lado) até escapar dela. 
  • Caso encontre alguma criança perdida, leve até o posto de guarda-vidas mais próximo. Caso sinta-se em perigo, mantenha a calma, tente boiar, faça sinais e grite por socorro. 
  • Respeite a sinalização das bandeiras nas guaritas, sinais sonoros dos apitos e as instruções dos guarda-vidas. 
  • Pergunte sempre ao guarda-vidas os locais mais apropriados ao banho. 
  • Cuidado com os excessos de comida e bebida, principalmente, alcoólica. 
  • Se sofrer queimadura por água-viva, lave o local com a água do mar e utilize vinagre para neutralizar as toxinas. 
  • Mantenha as crianças sempre sob a vista de um responsável.

Em Rios e Balneários: 

  • Somente conduza embarcações se estiver devidamente habilitado e permaneça longe dos banhistas. 
  • Não exceda o número de tripulantes indicados para cada embarcação e todos deverão usar coletes salva-vidas normatizados e adequados ao peso do banhista. 
  • Não se afaste da margem e recuse desafios e brincadeiras na água. 
  • Não tente salvar pessoas em afogamento sem ser habilitado. Jogue algum objeto flutuante (bola, boia, embalagem pet, isopor, prancha…) ou uma corda, galho, remo… na direção da vítima a fim de facilitar o salvamento.

“Afogamento não é acidente! Não acontece por acaso… Tem prevenção! E esta é a melhor forma de tratamento!” – afirma o Dr. David Szpilman, Diretor Médico da SOBRASA, Chefe do Centro de Recuperação de Afogados.

Confira, na Edição 1093 do Jornal HoraH deste sábado, os dados alarmantes da SOBRASA – Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático sobre a quantidade de óbitos por afogamento. E lembre-se: “água no umbigo, sinal de perigo!” Em caso de emergência, ligue 193.

Next Post

Escola Kid+ Atende Crianças da Educação Infantil Ensinando Valores Bíblicos

Sex Nov 29 , 2019
A Escola Infantil Kid+ INESC, nasceu com o propósito missionário de ensinar crianças de 0 a 6 anos, promovendo o aprendizado e a aplicação de valores bíblicos, morais e de cidadania para contribuir com a formação cristã das crianças. Esta semana a escola realizou sua primeira Mostra de Artes, feitas […]
error

E aí? Você Gostou? Siga-nos em nossas redes.