ROMA, 29 JAN (ANSA) – O laboratório americano Novavax anunciou nesta quinta-feira (28) que sua vacina contra o novo coronavírus apresentou 89,3% de eficácia em testes conduzidos no Reino Unido.   

O resultado ainda é preliminar e não foi validado de forma independente, porém indica que o imunizante funciona também contra a variante britânica do Sars-CoV-2, já que o ensaio clínico no Reino Unido englobou o período pós-surgimento da cepa.   

Cerca de 15 mil voluntários participaram do estudo no país europeu, sendo que metade recebeu a vacina e outra metade tomou um placebo. No primeiro grupo, foram detectados seis casos do novo coronavírus (nenhum deles grave); no segundo, 56, resultando em uma eficácia de 89,3%.   

Cepa sul-africana – A Novavax também realizou um ensaio clínico com 4,4 mil voluntários na África do Sul, porém com resultados menos promissores.   

O estudo no país africano teve 44 contágios, sendo 29 no grupo que tomou o placebo, apontando uma eficácia de 49%, abaixo dos 50% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).   

Compartilhe: