Pular para a barra de ferramentas
 

Cotrijal tem faturamento recorde e injeta R$ 21 milhões na economia

Cooperativa gaúcha anuncia o melhor resultado da história – R$ 2,4 bi – e distribui valores aos associados. De marca nova, entidade diversifica negócios e se prepara para a Expodireto 2022

A Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial apresentou nesta quinta-feira (25), durante Assembleia Geral realizada com capacidade reduzida e cuidados sanitários, o balanço financeiro de 2020. Apesar da quebra da safra de verão e, especialmente, da pandemia, a entidade anunciou o melhor faturamento em 63 anos de existência. O resultado ameniza o cancelamento da Expodireto 2021, uma das seis grandes feiras agropecuárias do país, mas marca uma nova fase da entidade. A renovação da marca e a diversificação dos negócios, com investimentos em gestão e inovação, além da industrialização de produtos, são prova disso. 

A Cotrijal encerrou 2020 com R$ 2,4 bilhões de faturamento, crescimento de 5% em relação ao ano anterior, quando atingiu R$ 2,3 bi. Já as sobras à disposição cresceram 53% na comparação com o ano anterior, chegando a R$ 21,4 milhões – em 2019, R$ 14 milhões. A distribuição integral das sobras aos quase 8 mil associados da cooperativa foi aprovada por unanimidade durante a Assembleia. Os valores serão repassados proporcionalmente e  distribuídos em espécie aos cooperados. Isso representa uma injeção na economia da região.

O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, ressaltou que o excelente resultado se deve à gestão de custos, às novas oportunidades de negócios e ao aumento do número de produtores trabalhando com a cooperativa. “O profissionalismo da nossa equipe e a confiança do produtor foram essenciais para esse excepcional desempenho”, afirmou. “Para 2021, com a crescente demanda e os bons preços, a expectativa é de uma nova safra recorde, que vem com produtividade e ótimos resultados. Seguiremos investindo na diversificação dos negócios e na capacitação de nossos associados e colaboradores para atender as exigências de mercado.”

O vice-presidente, Enio Schroeder, valorizou o caráter cooperativo da entidade para justificar o resultado, mesmo em um ano tão desafiador. “É o melhor sistema do mundo [cooperativismo] e ao longo desses 63 anos fizemos com que nosso associado tivesse a melhor condição de trabalho, de rentabilidade e de produtividade. Então em um ano com tantos desafios, onde o agro não parou, esse empenho da Cotrijal teve frutos. Seguiremos trabalhando e nos cuidando. Lá na frente teremos vencido mais essa etapa,” acrescentou.

Expodireto, expansão e novo planejamento estratégico

O ano de 2021 marca o início de um novo planejamento estratégico da Cotrijal para os próximos cinco anos. O processo faz parte dos recentes investimentos em gestão e na profissionalização do corpo diretivo. Superado o cancelamento da Expodireto este ano, mesmo com a aprovação dos protocolos sanitários pelo governo do Estado, medida de precaução para com visitantes, colaboradores e associados, a cooperativa foca na nova marca, lançada na semana passada, e em novas áreas de atuação. A nova identidade é um sinal para o mercado de que a entidade se renova, mantendo a tradição de sua feira, já agendada para 2022.

O direcionamento para novas oportunidades vai desde projetos em inovação no agronegócio – a bem sucedida Arena Agro Digital é um exemplo disso –, investimentos em venture capital, participação no marketplace SuperCampo – a única cooperativa gaúcha a integrar o grupo – e a industrialização de produtos, em uma parceria com a Languiru. Oportunidades nos setores de transportes e logística também estão na mira da Cotrijal.

Além disso, a atuação marcante nas regiões em que está presente, fortalecida pelo espírito cooperativo constante na essência da entidade, deve ser ampliada. No plano de atividades estão ações de consolidação na região da recém adquirida unidade de Cruz Alta, o que aumentou o número de municípios atendidos para 33 – agora são 55 unidades da Cotrijal. Ainda, atenção especial à gestão de custos, crédito e seguro agrícola, bacia leiteira, articulada com a indústria, infraestrutura para atender aos associados, capacitação de produtores, alianças com fornecedores e clientes, treinamento de colaboradores e atuação política.

Cotrijal

Fundada em 1957 em Não-Me-Toque (RS), a Cotrijal é a maior cooperativa agropecuária do Rio Grande do Sul e uma das maiores do Brasil, com 55 unidades em 33 municípios. Em 2019, faturou R$ 2,3 bilhões — ficando na 401ª posição entre as 500 maiores empresas do Brasil em vendas líquidas e a 64ª na Região Sul, segundo o ranking Melhores & Maiores, da Revista Exame. Desde 2000, a entidade promove a Expodireto Cotrijal, uma das seis maiores feiras do agronegócio nacional e uma das principais do cenário internacional.

Compartilhe:

Next Post

Covid-19: Município inicia vacinação de professores e estudantes da Unijuí que atuam em práticas de atendimento à comunidade

qui fev 25 , 2021
<div class="at-above-post addthis_tool" data-url="https://www.horahdigital.com/jornal/cotrijal-tem-faturamento-recorde-e-injeta-r-21-milhoes-na-economia/"></div>Mais uma medida de segurança e de enfrentamento à covid-19 foi tomada, pelo Município, nesta quarta-feira, dia 24 de fevereiro. A Unijuí, a partir da solicitação realizada pela  Secretaria Municipal de Saúde (Ofício nº 056/2021/SMS), a qual requisitou a listagem de todos os professores e estudantes que terão atividades práticas […]<!-- AddThis Advanced Settings above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings below via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Advanced Settings generic via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons above via filter on get_the_excerpt --><!-- AddThis Share Buttons below via filter on get_the_excerpt --><div class="at-below-post addthis_tool" data-url="https://www.horahdigital.com/jornal/cotrijal-tem-faturamento-recorde-e-injeta-r-21-milhoes-na-economia/"></div><!-- AddThis Share Buttons generic via filter on get_the_excerpt -->